O fundador da revista Playboy , o empresário Hugh Hefner, morreu de causas naturais no fim da noite dessa quarta-feira (27) aos 91 anos, informou a própria publicação em sua c
28/09/2017 - 16h53 em COTIDIANO

"'A vida é muito curta para viver o sonho de outra pessoa'. O ícone americano e fundador da Playboy, Hugh M. Hefner morreu hoje. Ele tinha 91. #RipHef", escreveu a revista.

Aos 27 anos, em 1953, Hefner fundou a revista que virou símbolo de sensualidade em todo o mundo, em uma das décadas mais importantes da chamada "revolução sexual". Criticada e amada durante o passar dos anos, a revista virou um símbolo norte-americano seja pela moda ou pelo estilo de vida luxuoso que mostrava.

Isso porque, além de trazer mulheres nuas em seu interior, a Playboytambém tinha entrevistas muito ousadas e inteligentes em todas as suas edições.

A estrela da primeira capa foi a atriz Marilyn Monroe, em fotos tiradas anos antes, e como um verdadeiro símbolo sexual da época. Além disso, o coelho que estampava as publicações virou uma marca registrada do império construído pelo norte-americano.

Hefner era às vezes caracterizado como um muito sexualizado Peter Pan, uma vez que mantinha um harém de jovens loiras, totalizando até sete mulheres, em sua lendária mansão da Playboy . Isso foi retratado no reality show The Girls Next Door , transmitido de 2005 até 2010.

"Eu nunca vou crescer", disse Hefner, em entrevista à CNN, quando tinha 82 anos.

*Com informações da Reuters

COMENTÁRIOS
PUBLICIDADE